Breaking News
recent

Segundo IBGE, Piauí é o estado com maior deficiência sanitária do país

O Piauí é o estado com maior proporção de domicílios que possuem pelo menos uma deficiência sanitária (93,1%), de acordo com a Síntese dos Indicadores Sociais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Isso significa que pelo menos um dos seguintes serviços está ausente nesses lares: coleta de lixo, esgotamento sanitário ou abastecimento de água via rede geral. De acordo com o IBGE, a menor proporção de domicílios com pelo menos uma deficiência sanitária é do estado de São Paulo (8,7%).

A NOTICIA CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A ausência de esgotamento sanitário por rede coletora, pluvial ou fossa ligada à rede é a principal responsável pelo resultado do Piauí, pois 92,5% das residências do estado enfrentam o problema. Essa é a maior proporção de ausência do serviço entre os estados do Brasil.

Além disso, cerca de 29,4% dos lares não possuem serviço de coleta direta ou indireta de lixo e 14,8% não são abastecidos com água proveniente da rede geral. Entre as capitais, Teresina também se situa com o maior percentual de domicílios com pelo menos uma deficiência sanitária.

Cerca de 89,5% dos lares teresinenses sofrem com a ausência de, no mínimo, um serviço sanitário. A falta de esgotamento também é o principal impulsionador do resultado, estando ausente em 89,3% das residências, o maior percentual de ausência do serviço entre as capitais. Vitória (ES) é a capital com menor proporção de domicílios com pelo menos uma deficiência sanitária (0,1%).

Fonte: portal gp1


PUBLICIDADE



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.