Breaking News
recent

Quase metade da população do Piauí vive com menos de R$ 450 por mês, diz IBGE


Mais de 43% dos piauienses, quase metade da população, vive em situação de pobreza no estado, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (12). Os dados se referem a 2019, quando mais de 1,4 milhão de pessoas viviam com R$ 436 mensais no estado.

Essa é apenas uma das taxas que mostram o quanto o Piauí ainda possui uma situação difícil quando se trata do acesso à renda. Enquanto a pobreza atinge quase metade da população, a extrema pobreza atinge quase 15%. Ao todo, são 457 mil pessoas vivendo com até R$ 151 mensais.

Em situação ainda pior, estão 248 mil piauienses, que vivem com R$ 89 mensais, segundo a pesquisa. Este dado, de acordo com o IBGE, vem aumentando há cinco anos. Em 2014, eram 2,4% das pessoas no estado vivendo com menos de R$ 90 mensais. O dado divulgado agora se refere a 2019, quando 7,6% das pessoas estavam nessa situação.

Tanto na situação de pobreza quanto de extrema pobreza o Piauí ocupa a 5ª pior posição do país. Nos dois casos, o Maranhão tem a taxa mais alta. Na melhor situação, encontra-se o estado de Santa Catarina. As duas taxas são medidas de acordo com a renda mensal das pessoas.

Fonte: G1 Piauí


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.