Breaking News
recent

Piauí Conectado leva internet banda larga a 85% do estado


Presente em 101 municípios piauienses, o Projeto Piauí Conectado é responsável por levar internet de alta qualidade para 85% da população do estado, instituindo de maneira permanente uma nova era na comunicação e prestação de serviços ao cidadão.

Ao todo, 1.275 pontos de acesso já foram instalados em todo o território piauiense. Desses, 99 estão localizados em espaços públicos, para uso livre da população, os demais estão a serviço de órgãos da administração estadual e municipais, como escolas, repartições e hospitais, agilizando demandas burocráticas e possibilitando serviços de telemedicina, educação e segurança.

“É com muito orgulho que anunciamos a presença da Piauí Conectado em 101 municípios, oferecendo estrutura de conexão em órgãos estaduais e espaços públicos de norte a sul do estado. E estamos preparados para chegarmos ainda mais longe. Nossa meta é levar internet de fibra óptica de alta qualidade a 224 municípios piauienses, beneficiando 100% da população”, comemora o presidente da Piauí Conectado, Emerson Silva.

A Piauí Conectado é resultado de um Parceria Público Privada (PPP) entre o Governo do Estado e a empresa Piauí Conectado e já recebeu investimentos da ordem de R$ 80 milhões. São mais de 2 mil km de extensão em uma rede de fibra ótica, com velocidade mínima de 30 Mbps em órgãos estaduais e 40 Mbps em espaços de livre circulação. Mais de 450 empregos foram criados direta e indiretamente na conclusão da primeira etapa, finalizada nove meses antes do previsto.

Um exemplo de município beneficiado com o projeto é Amarante, que em julho deste ano ganhou pontos de internet wi-fi livre nas praças Velho Monge e Padre Virgílio Madeira. Desde 2019, o município conta com 11 pontos instalados em escolas, na Universidade Estadual do Piauí (Uespi), delegacias, postos da Agespisa e Emater.

Pedro II, Paes Landim, São Miguel do Fidalgo, Santa Filomena e Cajueiro da Praia foram os últimos municípios interligados com a rede de fibra óptica, em outubro.

Expansão

A expectativa é de que, até o fim do ano, a empresa fará investimentos importantes, como a implantação do backbone subterrâneo da rede. Ele deve ficar pronto até o fim de 2021 e, só com esse equipamento, a empresa estima um investimento de R$ 144 milhões.

“Backbone é a espinha dorsal da internet, responsável pelo envio e recebimento dos dados entre diferentes localidades. Então, a implantação desse equipamento vai melhorar ainda mais os serviços prestados e a segurança dos dados também será reforçada, a partir da inauguração do nosso prédio do Datacenter e do Centro de Operações da Piauí Conectado, em dezembro”, explica Emerson Silva.

O objetivo é levar internet banda larga gratuitamente aos 123 municípios ainda não beneficiados pelo projeto, totalizando uma cobertura ampla por todo o território piauiense até 2022. Ao fim de um prazo de 30 anos, R$ 214.055.786,65 serão aplicados na expansão de internet por todo o Piauí.

“O plano inicial era ter esses 96 municípios em rede de fibra, de norte a sul do estado, mas a meta final é chegar a todas as cidades. Já somos o primeiro estado do Nordeste a universalizar a telefonia móvel, fizemos uma antecipação de meta ainda no meu primeiro mandato, trabalhamos agora em uma perspectiva moderna de garantir a fibra ótica para todos os municípios, somos o primeiro estado brasileiro a alcançar isso. Neste mês estão sendo trabalhados em mais cinco municípios e a perspectiva agora é de alcançarmos os outros 123 municípios até 2022”, destacou o governador quando da finalização da primeira etapa.

Fonte: Redação Ccom

 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.