Breaking News
recent

Bandidos fazem reféns e explodem banco em cidade da microrregião de Barras

Bandidos armados com fuzis e explosivos arrombaram e explodiram terminais de autoatendimento do Banco do Brasil de Miguel Alves, cidade que fica a 110 km de Teresina, na madrugada deste domingo (4). De acordo com a Polícia Militar, várias pessoas foram feitas reféns e o local ainda tinha explosivos não detonados até cerca de 10h20 deste domingo.

A NOTICIA CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Segundo o sargento Adalberto Viana, o grupo chegou ao banco às 3h15, horário em que o sistema de segurança da agência disparou. Antes disso, usando dois carros roubados, cerca de 10 homens foram até um bar que fica a cerca de 700 metros da agência e cinco pessoas foram feitas reféns.


"Eles pegaram quem estava no bar, tinha homem e mulher, e levaram até a agência. Lá eles invadiram e colocaram bombas, a agência ficou totalmente destruída, não serve mais para nada. Nesse momento o alarme disparou e nós fomos acionados, mas chegando ao local ouvimos disparos e tivemos que recuar", informou o sargento.

Segundo ele, os reféns foram levados de carro após o assalto e liberados minutos depois, a cerca de 1 km da agência. Depois de liberadas, as vítimas relataram que os bandidos saíram do banco com duas sacolas grandes, que pareciam conter dinheiro, mas não se sabe ainda a quantia roubada.

O sargento informou que os bandidos portavam armas longas, como fuzis, mas não feriram ninguém. "Eles queriam assustar as pessoas e assustar a polícia, por isso os disparos, mas ninguém ficou ferido", contou.

Moradores relataram que os homens fugiram rumo à cidade de União, abandonando os veículos em seguida. Um deles, de acordo com o sargento Adalberto, foi encontrado incendiado.

Bombas não detonadas

Ainda segundo o militar, há explosivos ainda não detonados no interior da agência. Por conta disso, o local foi isolado e os militares especializados em desarmamento de bombas do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foram acionados.

Fonte: G1 PI


PUBLICIDADE



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.