Breaking News
recent

Psicopata é preso suspeito de matar criança de 5 anos no Piauí


O suspeito de matar o menino Ronysandro de 5 anos, no último domingo(13), em Colônia do Gurgueia (a 513 km de Teresina) foi preso um dia depois do crime. Francisco de Assis Ferreira Sousa, de 30 anos, conhecido como Júnior, confessou o crime e disse que a motivação seria por vingança contra o pai da criança. A criança foi morta em um matagal no bairro Santa Helena, por volta das 16h do domingo com um  golpe de faca no pescoço e ficou desaparecida até à meia-noite.

Júnior foi preso por policiais militares de Colônia com apoio da Força Tática de Bom Jesus (19º BPM).

De acordo com o tenente Manoel Cláudio, comandante da 2ª Companhia do 19º BPM, ele é de Teresina, possui mandado de prisão em aberto e teria praticado o crime depois de discutir com o pai da vítima, dono de um bar na cidade.
A NOTICIA CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE





“Havia discutido por motivos banais, saindo do local insatisfeito e balbuciando ameaças. Logo à frente, por volta das 15h30, encontrando a vítima (criança) o levou, contra a sua vontade, para um matagal, local ermo e isolado praticando o crime de homicídio, com requintes de crueldade, usando uma faca.  Ele confessou e alegou vingança, por não ter tido oportunidade de agredir o pai da vítima, inibido por ter pessoas no local, daí concluindo o seu intuito de agressão, atingindo a criança como forma de satisfazer a sua vontade de vingança”, informou o tenente Cláudio em relatório da ocorrência.

Segundo o comandante, o suspeito foi reconhecido pelo pai da vítima em uma imagem de câmera de segurança que fica próximo ao local do crime. “A imagem é muito ruim, só conseguíamos ver o vulto, mas ao mostrar ao pai da criança, ele reconheceu o suspeito, dizendo que ele tinha bebido em seu bar, tinha discutido e logo em seguida ele saiu e retornou algum tempo depois, ainda tomou duas cervejas. À noite, ele ainda estava com o pai ajudando nas buscas ao corpo, inclusive foi ele quem parou a viatura para contar do desaparecimento. É psicopata”, detalha o oficial da PM.

O suspeito foi encontrado ontem, por volta do meio-dia, na casa de parentes, depois de ser informado da câmera de segurança, ele confessou o crime. “Ainda tentamos retornar com ele no local, para encontrar a faca, mas a população queria linchá-lo, tivemos que encaminhar às pressas para a delegacia de Canto do Buriti”, completou o tenente Cláudio.

Além de Júnior, mais dois outros homens foram presos suspeitos de envolvimento no crime: Jackson Natanael dos Santos, o Jacu e Wilton Marcos de Brito, o Niltinho, que são suspeitos de outros crimes na região e estavam com Junior na mesma residência. "Nós tínhamos conhecimento que o Jacu já havia ameaçado a família da vítima. Por isso, encaminhados eles para a delegacia, para que seja investigado se houve participação", justificou o comandante.

PUBLICIDADE









O Instituto Médico Legal (IML) e a perícia criminal chegaram ao local por volta das 15h, quase 24 horas depois do assassinato. "Só vieram porque insisti muito.Só tem IML em Teresina e Picos, aqui no sul do Estado é muito precário de tudo, os bandidos fogem da penitenciária e vêm se esconder aqui na região. A delegacia mais próxima fica há 130 quilômetros de Colônia", desabafa o militar.

O caso será investigado pela Delegacia Regional de Canto do Buriti.

Fonte: cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.