Breaking News
recent

Polícia Federal investiga desvio de dinheiro do FGTS que seria usado para construir casas no Piauí

A Polícia Federal deflagrou nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (17) uma operação no estado de Goiás, contra fraude no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que tem como alvo principal um advogado de Goiânia acusado de sacar irregularmente valores que seriam utilizados para a construção de unidades habitacionais na cidade de Teresina, no estado do Piauí.

De acordo com a Polícia Federal, o advogado, que está com a inscrição cancelada na OAB em Goiás e São Paulo, desviou o valor de R$ 5 milhões que seriam destinados à construção de casas em Teresina, através de uma "falsa representação" em uma ação judicial.

Utilizando-se de argumentos “fraudulentos”, ele conseguiu transferir os valores para uma conta judicial em Corumbá, no estado de Goiás e, por fim, transferiu R$ 5 milhões para sua conta pessoal e rateou para várias contas com o objetivo de tentar dificultar a ação da Polícia Federal.

A PF conseguiu na Justiça Federal a expedição de um mandado de prisão em seu desfavor e uma decisão determinando o sequestro de bens do advogado, dentre eles uma mansão luxuosa, avaliada em R$ 1,2 milhão, em Goiânia-GO, além de uma chácara, um carro esportivo e mais três caminhões.

Ao todo, participam da operação 60 policiais que estão cumprindo 11 mandados nos estados de Goiás e outros três mandados no estado de São Paulo.

Fonte: portal gp1


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.