Breaking News
recent

Pré-candidato a vereador diz que é apoiado por Lula e Bolsonaro


Já imaginou que tipo de bandeira será defendida por um pré-candidato a vereador apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula? Embora pareça estranho, essa é a estratégia de Marcos Henrique Barros Pereira, 37 anos, para atrair eleitores em Santa Maria da Vitória, a 860 Km de Salvador.

Dono de uma loja de smartphone, Neguinho Celular, como é mais conhecido na cidade de 40 mil habitantes, lançou um card com a foto do petista e do presidente. Segundo ele, há que se absorver o que de melhor cada um apresenta. Por outro lado, não nega que seu objetivo era aparecer agradando a todos.

A NOTICIA CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Eu falei: 'Isso aqui vai causar. Santa Maria vai fazer resenha disso aqui. E agora estão fazendo no País todo", disse em entrevista ao Estadão. "Teve uns que me chamaram de sem noção, outros me chamaram de gênio do marketing e outros falaram que a Nasa tem que estudar minha cabeça."

Mas para especialistas a estratégia pode ser considerada irregular, já que a montagem pode ser interpretada como tentativa de ludibriar eleitores, ao sugerir que detém o apoio de candidatos antagônicos.

PUBLICIDADE


Segundo o advogado especialista em Direito Público e mestre em Direito Constitucional, Hélio Deivid Amorim Maldonado, diz que a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre as vedações que incidem sobre a propaganda eleitoral no processo eleitoral incidem também sobre a propaganda em pré-campanha.

"Nesse diapasão, na propaganda de pré-campanha não devem ser empregados 'meios publicitários destinados a criar, artificialmente, na opinião pública, Estados mentais, emocionais ou passionais'. No caso do pré-candidato Neguinho, é certo que o mesmo quer ludibriar o eleitorado com sua indevida propaganda, ao induzir que a um só tempo detém o apoio de Lula e Bolsonaro. Uma apropriação indébita de capital político não misturável", disse Maldonado.

Fonte: Bnews.com

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.