Breaking News
recent

PF cumpre mandados no portal Clube Sat e na sede do PSC no Piauí


A Polícia Federal cumpre na manhã desta sexta-feira (28), 12 mandados de busca e apreensão no portal Clube Sat, localizado na Avenida Frei Serafim, na sede do PSC, na Rua Rio Grande do Sul, no bairro Ilhotas e no escritório do advogado e pré-candidato a prefeito de Teresina Valter Alencar.

A operação deflagrada nesta sexta foi denominada de "Tris in Idem" e tem relação com o afastamento de Wilson Witzel do Governo do Rio de Janeiro. Estão sendo cumpridos seis mandados de prisão preventiva, dez de prisão temporária e 82 de busca e apreensão nos estados de Alagoas, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Sergipe, São Paulo e Piauí, além do Distrito Federal.


Os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e cerca de 380 policiais federais estão participando da operação.

Desvio de recursos destinados ao combate da covid-19

A Operação "Tris in Idem" deflagrada na manhã de hoje pela Polícia Federal e pela Procuradoria Geral da República, com apoio da Receita Federal, tem o objetivo de desarticular organização criminosa voltada ao desvio de recursos públicos, especialmente em contratos firmados para gestão de saúde e para o combate à pandemia da covid-19.

A operação de hoje decorre da Operação Placebo, deflagrada no mês de maio deste ano a partir de elementos colhidos em outra operação, a Operação Favorito, deflagrada pela PF, no mesmo mês, voltada para apurar atos de corrupção na prestação de serviços de implantação de leitos em hospitais de campanha e no fornecimento de ventiladores pulmonares e medicamentos.

A NOTICIA CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



A PF ainda informou que com o prosseguimento das investigações, novos elementos de prova foram obtidos, que fundamentaram a representação por novas medidas cautelares junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Wilson Witzel é afastado do cargo

O Superior Tribunal de Justiça decidiu afastar o governador do Rio Wilson Witzel do cargo, em razão de supostos desvios da Saúde do Estado. A corte determinou ainda a prisão do pastor Everaldo, presidente do PSC e do ex-secretário de Desenvolvimento Econômico Lucas Tristão, todos citados na investigação da Operação Placebo.

Além dos mandados de prisão expedidos por ordem do ministro Benedito Gonçalves, relator da Operação Placebo no STJ, a Polícia Federal faz buscas contra a primeira-dama Helena Witzel e André Ceciliano, presidente na Assembleia Legislativa do Rio.

Presidente estadual do PSC é investigado


O governador afastado Wilson Witzel e o advogado Valter Alencar estão sendo investigados no Superior Tribunal de Justiça em inquérito que apura a nomeação de funcionários fantasmas para desviar recursos públicos. O advogado foi candidato a governador do Piauí pelo PSC em 2018 e foi assessor especial de Wi tzel.

No pedido de abertura de inquérito, a Procuradoria Geral da República aponta que os funcionários nomeados seriam parentes ou teriam algum tipo de ligação com Valter Alencar e com o PSC e teriam mantido suas atividades no Piauí, com empregos remunerados, o que reforçaria a suspeita de que seriam fantasmas.

“Os funcionários nomeados possuem claros vínculos com Valter Ferreira de Alencar Pires Rebelo, que, por seu turno, possui vínculos estreitos com Wilson Witzel. [...] Essas informações preliminares dão suporte, com larga margem de folga, a instauração de inquérito para que se possa aprofundar na apuração dos fatos, haja vista a presença de indícios consistentes de supostos crimes de peculato, a partir da nomeação de servidores fantasmas e, eventualmente, organização criminosa e lavagem de dinheiro”, citou a PGR.

O pedido foi enviado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) pela subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, responsável pelos inquéritos de governadores.

Os crimes sob investigação tratam-se de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Fonte: portal gp1
PUBLICIDADE


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.