Breaking News
recent

Governador Wellington Dias suspende flexibilização de novas atividades econômicas no Piauí

O governador Wellington Dias (PT) afirmou nesta segunda-feira (15) que “não vai dar passos para frente” no processo de flexibilização das atividades econômicas do estado. Com a decisão, está suspensa a liberação de novos setores da economia no processo de retomada. Na próxima semana, uma nova reunião vai avaliar o cenário.


“Eram previstos novos passos, mas tomamos a decisão de não dar passos para trás, mas também dar passos para frente, não se fazer novas liberações”, afirmou Wellington Dias.
 A NOTICIA CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A decisão de não seguir o planejamento de retomada foi anunciada depois do aumento de número de casos de coronavírus no estado. No fim de semana, houve recorde no número de mortos. No sábado, 25 piauienses morreram vítima da Covid-19, o maior número em 24h.

Apenas as atividades liberadas na semana passada (construção civil, serviços médicos e setor automobilístico) estão autorizadas para a retomada, caso as empresas tenham apresentado protocolos de saúde, em obediência ao programa unificado do governo do estado. Nesta segunda-feira (15), era projetado novos setores liberados. Contudo, houve um recuo.

Segundo Wellington Dias, a definição de interromper a liberação de novos setores econômicos ocorreu devido aos seguintes critérios:

Meta de novos leitos de UTI, principalmente em Teresina, não atingido. “Não foi possível por razão de ordem técnica, de novos profissionais. Situação que estamos nos aproximando do esgotamento da capacidade profissional”, explicou Wellington. 60 novos leitos vão ser instalados nesta semana.

Crescimento da transmissibilidade do coronavírus saiu de 0.9 para 1.3. Nova pesquisa apresentou um aumento de 53% no número de casos, com 134 mil infectados no estado.
Número de mortos. A previsão era de chegar no dia 15 de junho com 350, chegamos a 374.
“Vamos manter o patamar das liberações aprovadas, não fazendo novas ampliações. Seguir os protocolos e fica agendado para o dia 22 de junho uma nova reunião, esperando melhorar os indicadores”, anunciou Wellington Dias.
“Se tivermos o regramento, de forma organizada, vamos evitar o colapso”, disse o governador. Não há data para que novas áreas econômicas sejam abertas.

Para Wellington Dias, a doença ainda está sob controle no estado, apesar do ritmo de crescimento. “Estamos tratando os protocolos de retomadas, que nos permite sair, com todo cuidado, e de forma mais rápida. Quero deixar uma mensagem de esperança, condição de saída com muita responsabilidade. Não é o governador que toma decisão, seguimos a ciência”.

Wellington Dias voltou a criticar também a decisão de prefeitos de cidades do Piauí de realizarem processos de retomadas próprios, ou seja, não seguem ao programa unificado do governo. Algumas cidades, casos de Picos e Floriano, já liberaram o comércio.

“Foi feito uma recomendação para que se siga obediência ao regramento porque, se não seguir, pode desmantelar o sistema. Significa ter uma quantidade de doença tão elevada que o sistema não suporta. Grande parte da mortalidade em outros lugares foi a dificuldade na capacidade de atendimento. Se estimava 18 mil pessoas morrendo, o que estamos fazendo é visível o resultado positivo, com a colaboração de todos”.

Atualmente, o Piauí chegou a 10.357 casos confirmados de coronavírus e 374 mortes por Covid-19, segundo o boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi).

Fonte: G1 Piauí
PUBLICIDADE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.