Breaking News
recent

Governador criará grupo para retorno gradual das atividades econômicas em todo o Piauí

O governador Wellington Dias (PT) anunciou nesta terça-feira (21) que vai criar um grupo de trabalho para que faça um estudo sobre a saída gradual da quarentena no Piauí.
 
Wellington Dias afirmou que a liberação gradativa das atividades econômicas só ocorrerá após passar o pico da transmissão da doença no estado, previsto para o dia 15 de maio. Outra exigência do governador é que haja redução no número de casos da covid-19 para ter segurança de ter leitos suficientes para atender a demanda e não provocar um colapso no sistema de saúde.

Ao falar ao portal Cidadeverde.com, o governador disse que o retorno gradual das atividades econômicas acontecerá com toda segurança e com base em experiências exitosas em outros países. Wellington Dias afirmou que o uso obrigatório de máscaras no Piauí é o primeiro passo para trabalhar essa flexibilização do isolamento.
 A NOTICIA CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



"Vamos ter um grupo de trabalho que possa com base na experiência de outros países, que deu certo, já ter um plano para a retomada das atividades", disse o governador. "Vamos atingir se Deus quiser, muito em breve, o pico dessa curva, crescendo a capacidade de atendimento e é isso vai tirar dessa situação e com segurança". Ele ressalta que preciso ter segurança para não levar o sistema de saúde ao colapso.

"Esse número de contaminados nunca pode ser em um patamar que venha a levar o colapso ao sistema. Se muita gente adoecer, a doença é grave e precisar de UTIs, de sala de estabilização tem que ser num patamar que nossa capacidade possa permitir atendimento e evitar o que está acontecendo em Manaus, em Fortaleza e não queremos nenhuma região do Piauí".

Reunião com ministro

Wellington Dias falou sobre a reunião dos governadores do Nordeste com o novo ministro da Saúde, Nelson Teich. Os gestores reforçaram a importância do isolamento social, pediram plano unificado para combater a covid-19  e o ministro pediu aos governadores a lista de promessas feitas pelo Ministério da Saúde e que não foram cumpridas. Na quinta-feira, haverá nova reunião entre Teich  e os governadores do Nordeste.

Fonte: cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.