Breaking News
recent

Piauí tem o maior crescimento do PIB do Nordeste e o segundo do país

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta-feira (14), que o Produto Interno Bruto (PIB) do Piauí cresceu 7,7%, em 2017, sendo o estado líder em crescimento do Nordeste e segundo maior do Brasil. 

Segundo os órgãos, o Piauí apresentou PIB de R$ 45,36 bilhões. A produção agrícola, energias renováveis e a pecuária foram os setores que impulsionaram em grande parte esse crescimento acima da média nacional, que foi de 1,3%. O Nordeste cresceu 1,6%, dessa forma o Piauí apresenta uma expansão superior à registrada no país e na região.
Apresentação dos dados do IBGE no Palácio do Karnak( Foto: reprodução IBGE)

A Agropecuária apresentou expansão elevando sua participação no total da economia piauiense que era 5,1% em 2016 para 9,4% em 2017. O destaque foi para a produção de soja, que aumentou 211,9%. A produção de grãos (arroz, feijão, fava e milho) teve um crescimento de 142,4%. A pecuária apresentou o aumento na produção de aves, suínos e peixes.

O setor industrial, relacionado às atividades de eletricidade e gás, água, esgoto e gestão de resíduos e descontaminação cresceu 14% em volume, devido ao aumento da geração de energia elétrica. No setor de serviços houve um aumento no volume na ordem de 2% em relação ao ano anterior com destaque para as atividades de administração, educação, saúde pública, comércio, atividades profissionais e serviços complementares.


A NOTICIA CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leonardo Passos, diretor do IBGE no Piauí, destacou que estados do Nordeste estão crescendo em uma velocidade maior que estados do Sul e Sudeste. “O IBGE está divulgando hoje esse PIB para todos os estados que é um retrato de como a economia se comportou no ano de 2017. Os estados do Nordeste estão crescendo em uma velocidade maior e com taxas maiores que a região Sul e Sudeste e esse crescimento se deve, por exemplo, no Piauí a safra agrícola recorde do ano de 2017 com produção de milho, soja e algodão”.

O Secretário Estadual de Planejamento, Antônio Neto, ressaltou que o crescimento do PIB se deve ao crescimento nos setores de energias renováveis, indústria e serviços.

 “Os dados apresentados hoje são positivos para o estado e demonstram que a nossa economia está em uma trajetória de crescimento continuo. Se você pegar de 2002 a 2016 nosso produto interno bruto cresceu em média 72,7% no acumulado e 4% ao ano, em 2017 o Piauí apresentou um crescimento maior ainda, então os setores como energia eólica, serviços se destacaram e cresceram sua participação na economia do Estado. A agropecuária também através do uso de novas tecnologias aumentou a produção do Estado com um crescimento de mais de 200% de um ano para o outro”, afirma o secretário.

Por Adriana Oliveira/PortalAz

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.