Breaking News
recent

Caminhada em Boqueirão mobiliza comunidade contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes


Para marcar o Dia Nacional de Combate à Violência e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, lembrado sempre em 18 de maio, a Prefeitura Municipal de Boqueirão do Piauí, por meio da Secretaria de Assistência Social, realizou na tarde desta terça-feira (21) uma caminhada para chamar a atenção da sociedade sobre o tema.

A ação faz parte da campanha “Faça Bonito”, realizada em todo o Brasil contra a exploração sexual de crianças e adolescentes.
De acordo com o Presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Francisco Borges, a caminhada tem o objetivo de garantir os direitos assegurados às crianças e adolescentes. “A Campanha 18 de Maio visa alertar a sociedade para se engajar nesta luta diária, visando a defesa dos direitos das crianças e adolescentes em Boqueirão do Piauí”, comentou o presidente do Conselho.
A caminhada teve início na Unidade Escolar Gerônimo Abreu e seguiu até a Praça Agostinho Barbosa, onde aconteceu uma apresentação cultural representando a residência dos adolescentes contra o abuso e a exploração sexual.
De acordo com a Conselheira Tutelar Cecilia Araújo, a sociedade precisa estar mobilizada para proteger e garantir os direitos das crianças e adolescentes do município, “é preciso que a família esteja atenta, pois quando a criança está sendo abusada começa a se isolar, e até mesmo ficar agressiva, esses são alguns fatores que devem chamar a atenção. Qualquer pessoa pode denunciar, é só discar 100”, completou a conselheira.
Participaram da caminhada estudantes, professores e populares, todos juntos pelo enfrentamento a violência sexual e na promoção da defesa dos direitos e do bem-estar das crianças e adolescentes.

SOBRE O 18 DE MAIO DE 19

O movimento organizado em Boqueirão do Piauí,  lembrou, durante a caminhada, a história do dia 18 de maio de 1973, quando uma menina de oito anos de idade foi sequestrada, violentada e assassinada, no Estado do Espírito Santo.
Após seis dias desaparecida, Araceli Cabrera Sanches teve seu corpo encontrado carbonizado, após ter sido drogada, estuprada e morta brutalmente.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.