Breaking News
recent

Polícia procura ‘pastor’ acusado de roubo e calote no Norte do Piauí

Um homem, que se passa por Pastor Evangélico, é acusado de promover roubos e calotes em hotéis e pousadas de Campo Maior. O caso, que está registrado na 5ª Delegacia Regional de Polícia Civil, foi denunciado pela proprietária da Pousada Genelva, no Bairro Cidade Nova, alegando que um homem identificado como Pastor João Batista, teria se hospedado e saído sem pagar as estadias.
De acordo com o Boletim de Ocorrência Policial registrado pela empresária Genelva Gomes, o suposto pastor teria ficado 12 dias em um dos quartos da pousada e ao sair ainda subtraiu um celular e um perfume pertencentes a sua filha – “Ficou 12 dias hospedado almoçando, jantando e tomando café […] que foi embora embora sem pagar e ainda furtou um celular“, diz o B.O.
Para a polícia, a empresária revelou ainda que hospedou o “Profeta” por ele alegar que havia sido roubado e que não teria dinheiro pra pagar, mas que parentes iriam ajudar-lo – ” Um prejuízo de aproximadamente R$ 1,5 mil. Quando cobrado avisava que estava esperando o dinheiro chegar, pois um parente iria depositar o dinheiro“, denunciou Genelva. Pastor saiu escondido da pausada nas primeiras horas da manhã de terça-feira (26) sem que ninguém o visse.
Fonte: Portal de Olho

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.