Breaking News
recent

Professor é detido acusado de assediar crianças no Piauí

Um professor de matemática de aproximadamente 40 anos de idade foi preso por volta de 8h30 desta quinta-feira (09), acusado de aliciar crianças durante as aulas de reforço escolar que ele ministrava. A detenção foi realizada pela Polícia Militar, no bairro Parque Poti, na zona Sudeste de Teresina.
Após ser preso o homem negou todas as denúncias apresentadas contra ele. De acordo com informações da Polícia Militar, o parente de uma criança denunciou o caso à polícia e o professor foi conduzido à Central de Flagrantes para prestar esclarecimentos.
“Eu estava no reforço e ele chegava, ficava perto de mim, me abraçando e pegava no meu pescoço, costela, no meu ombro, me puxando para perto dele. Ele disse que se eu contasse alguma coisa para alguém ele me tiraria do reforço”, disse uma das crianças. “Ele me beliscou, me apertou, machucou e torceu meu braço. Tinha uma coisa do dedo que ele estava dizendo, fazendo gestos com o dedo e perguntando se sabíamos o que era”, finalizou a criança de 10 anos de idade.
Uma outra criança também compareceu a Central de Flagrantes para prestar depoimento contra o professor. De acordo com a criança ele dizia que beijaria todas as meninas do reforço. “Contamos para a nossa família e diziam que estávamos falando mentira para sair do reforço “, disse uma das crianças. O parente das crianças resolveu denunciar o caso à polícia ao ficar sabendo da situação vivida pelas crianças.
Segundo o capitão Gomes Santos, do 8º Batalhão da Polícia Militar, o caso está sendo investigado. “Chegando lá na Central e conversando com a mãe das menores constatamos que o fato aconteceu há dois dias. Na verdade não foi um aliciamento propriamente dito, pois ele não pegou nas partes íntimas das crianças. Uma das meninas conversou com a avó delas que cria as duas e disse que o professor havia pego nela. A avó ligou para a polícia e fomos atender a ocorrência e levamos o professor junto com as meninas e a avó para a Central [de Flagrantes]. O delegado perguntou onde ele tinha pegado e ela relatou que ele pegou no braço e no pescoço e deu um beliscão no braço dela, da menina de 12 anos”, relatou o policial militar.
O capitão Gomes disse ainda que o delegado analisou a situação e afirmou que o caso não se tratava mais de um flagrante e que deveria ser encaminhado para a Delegacia do Menor para registrar o Boletim de Ocorrência (B.O) e apurar o fato.
“Ficou acertado que a avó das meninas fosse na Delegacia do Menor, registrasse o B.O. para apurar os fatos. O caso será investigado, eles vão abrir um inquérito. Hoje não foi feito nada com ele, não foi feito nenhum procedimento e ainda não temos certeza sobre o que realmente aconteceu, somente após a investigação feita pela Delegacia do Menor”, finalizou Gomes Santos.

Portal Vi Agora

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.