Breaking News
recent

Justiça Itinerante resolveu mais de 500 casos durante atendimento em Boa Hora

Os serviços oferecidos pela Justiça Itinerante atraiu a população de Boa Hora pela facilidade e rapidez no atendimento, além de não gerar nenhum custo. Os serviços foram oferecidos por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Boa Hora, a Justiça Itinerante e o Poder Judiciário com o objetivo de conciliar, processar e julgar causas cíveis de menor complexidade, bem como as causas relativas a direito de família, ações ajuizadas e julgadas, orientações jurídicas, segunda via de registro, certidão de óbito, expedição de carteira do passe livre e agendamento de casamento comunitário. Ao todo, foram 502 atendimentos. 
A proximidade e a informalidade da ação da Justiça fez com que a procura fosse constante.
Gente simples, que ver no atendimento feito pela Justiça a esperança de ter ouvido e resolvido os seus problemas, como é o caso da dona Francisca Pereira que foi resolver um problema no certidão de nascimento de seu filho, “Deu certo! o atendimento foi muito bom, tem que ter um pouco de paciência porque é muita gente, mas é um serviço muito bom que vem pra cá e o problema foi resolvido, então estou satisfeita”. Relatou à senhora.
Vários casais que vivem em união estável decidiram oficializar a união marcando o casamento, que será realizado em Boa Hora no dia 05 de julho, durante os três dias de agendamento mais de 40 casais colocaram os nomes na lista pra casar. Quem ainda não colocou o nome pode agendar até o dia 15 de junho.
O prefeito Francieudo Canuto comentou que as ações realizadas em parceria com a prefeitura é resultado do esforço e da busca de melhorias para a população; “além dos serviços oferecidos pela justiça itinerante, conseguimos junto a SASC vários serviços de embelezamento que foram bastante procurados, então, estamos contente com esse momento e continuarei na luta a favor da nossa população, principalmente para aqueles que mais precisam. Já estamos nos preparativos para realização dos casamentos comunitários que vai acontecer em julho”. Comentou o prefeito.
Conforme a assistente social Girlene Morais, muitas pessoas não têm condições de pagar um advogado particular e precisam contar com o serviço público para resolver pendências com a Justiça. Para ela, a importância do projeto se dá nesse sentido, de cumprir com papel não só institucional, mas também social.
Os atendimentos aconteceram entre os dias 21 e 25 de maio em frente ao Centro de Referência de Assistência Social-CRAS.
A Justiça Itinerante é o órgão do Poder Judiciário do Piauí que busca aproximar o cidadão da justiça, levando cidadania aos municípios do Estado, para atender aqueles mais necessitados ou que buscam a solução mais rápida para algum conflito.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.