Breaking News
recent

Depois da reeleição, Wellington pretende aumentar bancada de deputados

O governador Wellington Dias (PT) diz aguardar o fim da janela de filiações partidárias para discutir com os partidos da base aliada, a formação da chapa proporcional.  Ele afirma que depois da reeleição, a prioridade é eleger a maior bancada possível na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal.
Wellington quer evitar que caso reeleito enfrente as mesmas dificuldades de 2015, quando possuía apenas 10 deputadas  dos 30 estaduais na Assembleia Legislativa. Para conseguir a maioria, ele teve que fazer concessões aos partidos  e adversários como o MDB, foram agregados à base.
“Na quarta vez disputando o governo,  tenho que organizar uma chapa para as eleições e quero fazer respeitando os líderes e dialogando com todos os partidos. O objetivo é sair da eleição crescendo no número de federais e estaduais “, declarou.
A base vive a discussão sobre a formação de um chapão proporcional, com todos os partidos juntos. O PT, partido do governador, se coloca contra. A legenda quer sair com chapa pura. Os demais partidos como MDB e Progressistas protestam e ameaçam também lançar chapa sozinhos. Para Wellington, a divisão em várias coligações não seria vantajosa. O número de aliados eleitos poderia ser reduzido.
“Temos que aguardar a fase das  filiações partidárias que vai até o dia 7 de abril. Vamos ter que definir. Temos que esperar quem se movimenta organizando um partido, se filiando ou fortalecendo as siglas ou mesmo pessoas que não eram filiadas a nenhum partido. A partir disso, vamos saber quem são os que se colocam como pré-candidato estadual , federal, governador ou a vice”, afirmou. 


Lídia Brito
cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.