Breaking News
recent

Secretário de obras de Barras é acusado de cobrar pelo uso das máquinas da prefeitura

O secretário municipal de Obras do Município de Barras, vereador licenciado Roberto Renê Lages Veras (PP), o conhecido ‘Roberto da Cynara’,é esposo da vice-prefeita Cynara Cristiana Lages Veras.
O secretário municipal de Obras do Município de Barras, vereador licenciado Roberto Renê Lages Veras (PP), o conhecido ‘Roberto da Cynara’, esposo da vice-prefeita Cynara Cristiana Lages Veras, está sendo acusado de cobrar pelo uso de máquinas da prefeitura. A denúncia foi feita pelos moradores da localidade Trindade, Benedito e Chico Ana, que confirmaram a cobrança em vídeo gravado pelo Portal ‘A Grande Barras’.
Segundo a denúncia, o operador de máquinas teria cobrado R$ 200,00 (duzentos reais), a hora, na execução de serviços para a escavação de dois tanques utilizados para a criação de peixes. O serviço teria sido executado no período noturno visando evitar denúncias.
Benedito e Chico Ana afirmam no vídeo que o operador confirmou que os valores da hora de trabalho das máquinas seria dividido entre ele e o secretário.
Ao todo foi pago o valor de R$ 2.000.00 (dois mil reais), mil por cada tanque.

Câmara aprovou convocação de secretário

A denúncia repercutiu na sessão de ontem (26) na Câmara Municipal de Barras através do vereador Antônio Leite (REDE) que apresentou requerimento solicitando o comparecimento do secretário para prestar esclarecimentos acerca das denúncias. O requerimento foi aprovado por unanimidade e o secretário deverá comparecer a Câmara na próxima segunda-feira (05).
Foto: Divulgação
O vereador Antônio Leite apresentou requerimento solicitando o comparecimento do secretário para prestar esclarecimentos
Secretário poderá responder pelo crime de peculato
Roberto da Cynara poderá ser acusado de peculato, já que o uso indevido ou desvio dos bens públicos para fins particulares é crime previsto no Código Penal e também na Lei de Improbidade Administrativa.

Veja a denúncia

Procurados na manhã desta terça-feira (27), Roberto da Cynara e o prefeito Carlos Monte, não foram localizados para comentarem o caso. O espaço continua aberto para esclarecimentos.
  
Fonte: GP1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.