Breaking News
recent

Questão do Enem 2017 cita obra do poeta piauiense H. Dobal


Uma das questões da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aplicada em todo o país, neste domingo (5), usou um soneto do poeta piauiense H. Dobal. A referência ao escritor surpreendeu candidatos que fizeram a prova no Piauí. 
Hamburgo Dobal Teixeira é natural de Teresina e foi um dos criadores do movimento literário Meridiano. O poeta piauiense é conhecido por obras como "O Tempo Consequente", e morreu em 2008, aos 80 anos. Em 2017, ele deu nome a um concurso literário promovido pela Prefeitura de Teresina e Academia Piauiense de Letras, da qual o escritor fez parte. 
Fernando Lira, coordenador de Linguagem da rede de ensino Objetivo no Piauí, ficou feliz com a supresa na prova e destacou a importância de um exame nacional trazer um poeta piauiense em suas questões. "Foi uma questão que retrata os valores familiares", disse o professor, que fez as provas deste domingo. "Quem sabe não foi um colega nosso que fez uma questão e mandou para o Inep", acrescentou.


As questões do Enem são elaboradas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que seleciona elaboradores de todo o país para o Banco Nacional de Itens (BNI). Eles enviam questões não só para o Enem, como para outros exames realizados pelo instituto. 
No Salão do Livro do Piauí (Salipi) deste ano, o professor Cineas Santos fez um desabafo e pediu que a obra de H. Dobal seja preservada. "Dobal tem que estar nas escolas, sendo lido, homenageado. É o poeta maior do Piauí. Ele projetou o Estado de forma humana, levou o Piauí a todos os lugares e é um escritor universal". 
Avaliação da prova
O coordenador de Linguagem da rede Objetivo no Piauí fez elogios aos elaboradores das questões do Enem. "A prova foi muito bem dividida. Uma prova degustável, que o aluno com certeza adorou", destacou Fernando Lira.
O professor ressaltou a presença de várias questões que envolveram interpretação de texto, variedade linguística e funções da linguagem, além da pouca lembrança da literatura, com nomes como Murilo Mendes e Cecília Meireles. 
"Foi uma prova muito boa. Tenho certeza que o aluno que se preparou realmente, vai se dar muito bem", completou Lira. 
Fábio Lima /cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.