Breaking News
recent

Delegacia de homicídios assume investigação sobre jovem desaparecida em Teresina



Na manhã de hoje (30) o caso da estudante de direito Camila Abreu, desaparecida desde a última quarta-feira (26), foi transferido para a Delegacia de Homicídios, por determinação da Secretaria de Segurança. Os policiais estão dando continuidade à investigação iniciada no 8º Distrito Policial, e já iniciou diligências em busca de informações sobre os últimos passos da jovem.























































Camila foi vista pela última vez em um quiosque na zona Leste de Teresina. (Foto: Reprodução)

O delegado Marcelo Dias, do 8º DP, que estava com o caso no início, esclarece que apesar da mudança, os policias não trabalham com hipótese de a jovem estar morta. “Os casos vão para a Delegacia de Homicídios quando não se sabe o paradeiro das pessoas. o 8º DP só investiga quando há informação do autor do fato. Como não há autor do fato, vai para a DH”, explica o delegado.
 Ainda segundo o delegado Marcelo, todo o material colhido pela investigação do 8º DP foi passada para a Delegacia de Homicídios. Segundo Francisco Baretta, delegado titular da DH, casos de desaparecimento de pessoas exige que os policiais trabalhem respeitando certos requisitos. “Precisamos verificar se foi um fato típico ou atípico”, disse.
“Temos várias informações, mas não podemos delinear nenhuma no momento, para não atrapalhar a investigação”, declarou o delegado. Os investigadores estão em diligências, e pessoas ligadas a Camila devem ser ouvidas nos próximos dias. 
Desaparecida há cinco dias
A jovem Camilla Abreu está desaparecida desde a última quarta-feira (26).  Camilla é estudante universitária e foi vista pela última vez na noite da quarta na companhia do namorado e de uma amiga em um quiosque no bairro Morada do Sol, na zona Leste de Teresina. O celular da jovem foi encontrado às margens da BR 343, na saída Leste de Teresina. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.