Breaking News
recent

Dr. Pessoa admite candidatura ao governo do Piauí nas eleições de 2018.

O deputado estadual Dr. Pessoa (PSD) admitiu que pode ser o candidato a governador pelo PSD em 2018. Ao Cidadeverde.com neste domingo (17), o deputado contou que os diálogos internos mais adiantados no partido são de que ele dispute o governo caso o deputado estadual Júlio César (PSD) não se candidate ao Senado na chapa de Wellington Dias (PT). 
“Eu admito que vou ser o candidato, mas parcialmente. Não bati o martelo. Isso pode ser uma evolução para o ano que vem. Só mais para fevereiro é que será definido se serei o candidato. [...] Mas isso se o partido quiser, a não ser que o partido não queira”, declarou.
Dr. Pessoa / Foto Reprodução.
O parlamentar explicou sobre a atual estratégia do PSD, considerando que a aliança do partido com o governo Wellington Dias (PT) seja mantida para as eleições do ano que vem. O deputado Júlio César já demonstrou publicamente o anseio de continuar a coligação e garantir uma das vagas de candidatura ao Senado na chapa majoritária. 
“Meu partido vem dizendo, o que está sendo discutido dentro do partido, é que se o Júlio Cesar não sair candidato a senador com o PT, então há uma conversação para eu sair governador no meu partido. Agora, caso seja decidido o Júlio César sair como candidato pelo PT, aí eu tenho o compromisso de apoiá-lo dentro do partido”.
Dr. Pessoa acrescentou que as conversações são de que o partido acredita que ele ajudaria em um eventual projeto eleitoral em 2018, como candidato ao governo. “Se o partido for unido como começamos agora, nós vamos continuar conversando até janeiro para que eu saia candidato porque é o nome mais forte que tem. Foi mais ou menos algo nesse sentido que foi conversado até agora”, destacou.
Mesmo demonstrando agora melhor realinhamento com seu partido, Dr. Pessoa lembrou que continua sendo “assediado” por outras siglas. Ele afirmou que participou de evento agropecuário neste sábado no município de Piripiri, região Norte do estado, onde lhe fora m feitos vários convites de filiação. 
“Eu estive em Piripiri e fui assediado pelo prefeito de Piripiri, Luiz Menezes, principalmente pelo deputado Marden Menezes, também pelo deputado Edson Ferreira. Está tudo fluindo muito bem, todos gostam muito de mim, os deputados, os vereadores, os secretários, as pessoas, por onde eu ando me sinto muito querido pela população”, concluiu.

Lyza Bastos
cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.